Procon alerta sobre golpes de financiamentos e empréstimos ofertados nas redes sociais

1
Com esta nova ferramenta, os consumidores podem se cadastrar, oferecer sugestões de fiscalizações, formalizar processos administrativos junto ao Procon

O Governo de Rondônia, por meio do Programa de Orientação e Defesa do Consumidor (Procon) alerta a população a tomar cuidado com propostas para financiamentos e empréstimos ofertadas por estelionatários divulgadas em redes sociais.

De acordo com a gerente do Procon de Pimenta Bueno, Thaís Cinara Carvalho, a situação vem acontecendo com frequência. Nos últimos dias, foram registrados vários casos nas cidades de Pimenta Bueno, Primavera de Rondônia, São Felipe e Parecis. O golpe tem sido aplicado por estelionatários de outros Estados, que se apresentam com nomes falsos de empresas contendo CNPJ.

Thais explica que os golpistas oferecem o serviço de financiamento e empréstimos garantindo facilidades no pagamento, o que leva o consumidor a assinar o contrato e pagar o valor da entrada. As propostas costumam vir acompanhadas de promessas com falsas vantagens. Geralmente, a forma de pagamento exigida é boleto bancário, PIX ou transferências.

“As pessoas acreditam ser um serviço verdadeiro por se tratar de uma empresa com dados reais, contendo todas as informações aparentemente verídicas. Mas, vale lembrar que não há possibilidade alguma de realizar empréstimos dando um valor incial, pois nenhuma empresa que presta esse tipo de serviço solicita que o cliente pague um valor referente à entrada.”, informou a gerente.

Nos últimos dois meses foram registradas oito reclamações e dúvidas sobre esse tipo de empresa. “Conseguimos instruir alguns consumidores antes do golpe, já outros não tiveram a mesma sorte e obteram prejuízos de R$ 4 a 13 mil”, relatou.

ORIENTAÇÃO

A orientação é que o consumidor que estiver com dúvidas sobre qualquer serviço ou empresa, na qual tenha um procedimento fora do padrão, entre em contato com o Procon de sua região. O consumidor que cair nesse tipo de golpe deve procurar a Polícia Civil e lavrar um Boletim de Ocorrência de estelionato.

Fonte: Secom

Deixe seu comentário
Publicidade