PEC das igrejas projeta Fernando Máximo no cenário nacional

18
Deputado federal Fernando Máximo. Foto Bruno Spada/Câmara Federal

Relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 5/23, que amplia a imunidade tributária para templos de qualquer culto, o deputado federal por Rondônia, Dr. Fernando Máximo (União-RO), surfa em um “mar de rosa” e está se projetando politicamente no cenário nacional. Pré-candidato à prefeitura de Porto Velho, Máximo está de olho na fatia da população evangélica da capital, onde tem boa penetração no segmento evangélico.

Leia ainda: Mega partido: União Brasil reúne campeões de votos à prefeitura de Porto Velho em 2024

Estreante da política, Fernando Máximo foi secretário de Saúde do Estado e no momento que Rondônia apresentava os piores índices de casos de Covid 19, o ex-secretário foi às ruas enfrentar o vírus. Contraiu o vírus, fez várias lives de dentro das unidades de saúde e atraiu centenas de seguidores em suas redes sociais. Resultado: foi o parlamentar mais votado (85.604 votos) do União Brasil e deixou para o final da fila políticos experientes.

PEC DAS IGREJASR

Relator da conhecida PEC das Igrejas, Fernando Máximo aprovou a proibição de cobrança de tributos sobre bens ou serviços necessários à formação do patrimônio, à geração de renda e à prestação de serviços de todas as religiões. O texto ainda prevê expressamente que também não podem ser tributadas as organizações assistenciais e beneficentes ligadas a confissões religiosas, como creches, asilos e comunidades terapêuticas, entre outras.

Fonte: Redação Valor&MercadoRO

Deixe seu comentário