Ministro recua e manda soltar presidente do PL

27
Presidente do PL, Waldemar Costa Neto. Foto: Reprodução PL

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, teve sua prisão preventiva substituída por “liberdade procisória, por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Costa Neto preside o partido do ex-presidente Jair Bolsonaro.

A decisão de Moraes surpreendeu porque na noite desta sexta (9), ele havia convertido sua prisão provisória em preventiva, sem prazo para acabar.

A prisão preventiva vinha sendo criticada por setores de oposição e nas redes sociais considerando-a “desproporcional” ou até “abusiva”,

Somente após converter a prisão em preventiva, o ministro do STF solicitou parecer da Procuradoria Geral da República (PGR).

Apesar da medida de soltura, o ministro manteve medidas cautelares, a serem cumpridas mesmo em liberdade.

Ele foi preso porque a Polícia Federal encontrou em sua casa uma arma que não lhe pertence e sim ao filho, assim foi flagrado flagrante de “port ilegal de arma”.

Fonte: Diário do Poder

Deixe seu comentário