Exploração de carbono: CPI das unidades de conservação é prorrogada por mais 7 meses

12
Primeira reunião de trabalho da CPI que investiga áreas de reserva em Rondônia. Foto: Antônio Lucas

A Assembleia Legislativa decidiu prorrogar, por mais 7 meses, os trabalhos da  Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar e apurar possíveis irregularidades nos processos de criação de 11 (onze) unidades de conservação no Estado de Rondônia.

Leia ainda:Créditos de carbono: Sedam anula todos os atos envolvendo projeto na Resex Rio Cautário

Áreas de reservas em Rondônia: CPI mira Global Pharma, empresa de mercado de carbono

A CPI também investiga os contratos pactuados com a empresa PERMIAM BRASIL SERVIÇOS AMBIENTAIS Ltda, para o desenvolvimento de projetos e conservações e explorações de carbono nas reservas estaduais, e dá outras providências.

Fonte: Valor&MercadoRO

 

Deixe seu comentário