Para esses bandidos tem que ser tolerância zero

E quando as ameaças a jornalistas vem de cima para baixo, essa atitude incentiva que pessoas de má índole se ache também no direito de fazer o mesmo

6

SOLANO FERREIRA

Em pleno Século XXI não se pode mais admitir que profissionais de imprensa continuem sendo ameaçados por causa do exercício de sua função. Não que antes se aceitasse tal aberração, mas ocorre que nos últimos dois anos a situação no Brasil ficou muito mais preocupante.

Pesquisa recente divulgado pela mídia nacional mostra que no ano passado, nada menos do que 70% de todas as ameaças a jornalistas no país partiram do presidente Jair Bolsonaro.

Isso é muito grave, pois a liberdade de imprensa é um instrumento imprescindível para o pleno funcionamento do regime democrático. Querer calar a imprensa, é querer calar a democracia. É querer que a população não seja informada sobre o que acontece no país, no estado e no município.

E quando as ameaças a jornalistas vem de cima para baixo, essa atitude incentiva que pessoas de má índole se ache também no direito de fazer o mesmo e que vale tudo para silenciar o jornalista. Diariamente surgem novas ameaças aos profissionais de imprensa em todo o país. 

Situação como essa é vivida hoje pelo repórter popularmente conhecido como Pica-Pau, do programa Plantão de Polícia, apresentado pela Rede TV! Rondônia. O profissional está sendo ameaçado de morte por bandidos que agem na cidade de Ariquemes, e se dizem ligados a uma facção criminosa.

Os marginais, inclusive, fizeram questão de tornar pública as ameaças, ao gravarem um vídeo que está viralizando na internet. Nele, os bandidos — três no total — aparecem com armas em punho para tornar a ameaça mais contundente e, além do jornalista, eles também chegam a ameaçar policiais.

Diante de uma situação grave como essa, o que se espera é que os órgãos de segurança não esperem ser provocados para agir, e tomem a iniciativa de caçar e prender os meliantes. Para esses bandidos tem que ser tolerância zero. Ninguém pode ser intimidado para não exercer sua profissão. Basta! Chega! Lugar de bandido é na cadeia!

O AUTOR É JORNALISTA

Deixe seu comentário
Publicidade