Eleições 2024: Disputa em Porto Velho polarizada por Marcelo Cruz e Mariana Carvalho, aponta CNN Brasil

117
Fernando Máximo, Cristiane Lopes, Marcelo Cruz e Mariana Carvalho. Foto: ilustração Valor&MercadoRO

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Cruz (Patriota), aparece na segunda posição, com 10% das intenções de votos, na corrida à sucessão do prefeito Hildon Chaves (PSDB). Em primeiro lugar está a ex-deputada federal Mariana Carvalho (Republicanos), com 22% da preferência eleitoral.

Os números foram divulgados pela CNN Brasil na última quarta-feira (03.01) e apontam um cenário com uma disputa polarizada na corrida à prefeitura da capital rondoniense. A sondagem ganhou repercussão em sites de notícias de Porto Velho e movimentou os bastidores da política na primeira semana de 2024.

A reportagem postada no site cnnbrasil.com.br tem como base o agregador de pesquisa Ipespe Analítica, que monitora levantamento de intenção de votos divulgados em 25 das 26 capitais brasileiras.

A CNN Brasil mostra ainda a deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil), deputado estadual Alan Queiroz (Podemos) e a ex-senadora Fátima Cleide (PT), com respectivamente 9%, 8% e 1% da preferência do eleitor porto-velhense.

A novidade foi a posição do deputado Marcelo Cruz, emergente da política local e reeleito com mais 18 mil votos. Sétimo parlamentar mais votado do Estado, ele aparece bem posicionado, apesar de ainda não ter oficializado a pretensão política em 2024.

O apoio do governador Marcos Rocha (União Brasil) também será um fator importante para o processo eleitoral em Porto Velho. Reeleito nas eleições de 2022, Rocha tem um bom relacionamento com Marcelo Cruz e a harmonia entre os poderes tem beneficiado o funcionamento da máquina administrativa do Estado.

Fernando Máximo e o PL

A reportagem da CNN Brasil não mostra os pretensos candidatos Fernando Máximo (União Brasil) e Léo Moraes. Estreante na política, o médico e campeão de votos, Fernando Máximo contabilizou nas urnas 85.604 votos à Câmara Federal, desbancando políticos experientes como Lúcio Mosquini e Silvia Cristina. Máximo foi secretário de Saúde no primeiro mandato do governador Marcos Rocha e ganhou destaque político nas ações de enfrentamento à pandemia do Covid-19.

A CNN Brasil também não mostra candidato do PL, legenda do ex-presidente Jair Bolsonaro. A região Norte, de acordo com matéria do próprio site, concentra o maior volume de cidades nomes do PL. Segundo apurou o site valoremercadoro.com.br, o PL está se reestruturando em Porto Velho e tem a pretensão de lançar um nome ou indicar o candidato a vice-prefeito na chapa.

O PL, legenda presidida em Rondônia pelo senador Marcos Rogério, lançou o candidato do interior, empresário Jaime Bagattoli (Vilhena), eleito senador com 293.488 votos (35.80% dos votos válidos). Bagattoli derrotou Mariana Carvalho (aliada de Hildon Chaves) e nos últimos dias de campanha rumo ao Senado conseguiu dobrar seu apoio político na capital.

Fonte: Redação Valor&MercadoRO

Leia ainda:

Eleições 2024: Hildon Chaves pode fazer sucessora Mariana Carvalho, diz matéria da CNN Brasil

Deixe seu comentário