Caerd fecha 2022 com prejuízo de mais de R$ 88 milhões, aponta relatório da companhia

87
Algumas obras servirão para levar água tratada aos municípios de Rondônia

 

A Companhia de Água e Esgotos Rondônia fechou o exercício de 2022 com um prejuízo de 88.2, milhões, R$ 15 milhões a mais em relação a 2021. A situação de endividamento da Companhia é um desafio significativo que precisa ser abordado para melhorar a saúde financeira da empresa. Ocorreu elevação no prejuízo em 19,79% entre 2021 e 2022.

Os números fazem parte das Demonstrações Contábeis da Companhia e do parecer dos Auditores Independentes. Segundo o relatório, embora a gestão tenha se esforçado para diminuir as despesas da Cia, fatos extras gerenciais contribuíram para elevação do prejuízo no exercício de 2022, em comparação com o exercício anterior. Eis a íntegra do relatório.

A Caerd é uma Sociedade por Ações controlada pelo Governo do Estado de Rondônia que é seu principal acionista com 99,99% de participação societária, constituída pelo Decreto-Lei número 490/69, de 04 de março de 1969, e presta serviços públicos de saneamento básico – abastecimento de água e esgoto sanitário – atuando, historicamente, em 37 municípios, 19 distritos sendo 22 formalizados através do Contrato de Concessão.

A Companhia é uma concessionária de serviços públicos que investe em saneamento no estado de Rondônia, ainda que de forma limitada, em razão de atuar diretamente com recursos próprios diminutos. Ao longo do exercício em questão houve pequenos investimentos em bens do imobilizado. As obras do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC – vêm incrementando paulatinamente a oferta de saneamento nessa região do país, com destaque para Ji-Paraná, a principal cidade do Estado depois de Porto Velho.

Fonte: Redação Valor&MercadoRO

Deixe seu comentário