Bancada de Rondônia garante vitória de Bolsonaro na PEC que eleva teto dos gastos

33

A bancada federal de Rondônia na Câmara Federal garantiu na noite desta terça-feira (09) a vitória de Jair Bolsonaro (sem partido) no  ao texto-base do relator Hugo Motta (Republicanos-PB) para a PEC dos Precatórios (Proposta de Emenda à Constituição 23/21, do Poder Executivo), que limita o valor de despesas anuais com precatórios, corrige seus valores exclusivamente pela Taxa Selic e muda a forma de calcular o teto de gastos.

Foram 323 votos a 172 e a maioria da bancada federal de Rondônia voltou, pela segunda vez, a aprovação da proposta. O vice-líder do Governo Jair Bolsonaro na Câmara e coordenador da bancada federal de Rondônia, deputado Lúcio Mosquini (MDB), manteve seu voto, a exemplo do primeiro turno, e foi o primeiro a abrir o placar de votação favorável à proposta. Seguiram ele os deputados Crisostomo (PSL), Expedito Neto (PSD), Jaqueline Cassol (PP), Mariana Carvalho (PSDB) e Silvia Cristina (PDT).

Os deputados Leo Moraes (PODEMOS) e Mauro Nazif (PSB) foram os únicos contra a proposta que muda a forma de calcular o teto de gastos foram. O projeto agora segue para o Senado Federal.

Deixe seu comentário
Publicidade