ALE-RO articula reunião técnica com Sesau e direção do Hospital de Amor

92
Fachada do Hospital de Amor da Amazônia, em Porto Velho. Foto Daiana Mendonça

A Assembleia Legislativa de Rondônia está articulando uma reunião técnica entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e a direção do Hospital de Amor, de Porto Velho. O encontro servirá para tratar de eventuais problemas na prestação de contas da unidade de saúde relativas ao convênio nº 310/PGE-2010 e transferência de recursos do Estado para atendimentos.

No calor do período eleitoral, o governo do Estado decidiu abrir uma tomada de contas para apurar serviços médicos na unidade de saúde. Em agosto, a diretoria da unidade de saúde, em coletiva de imprensa, anunciou que reduziria os atendimentos em decorrência do atraso de repasse de recursos para o Hospital de Amor.

Durante sessão realizada ontem (6/12) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Alex Redano (Republicanos), manifestou preocupação em assegurar um entendimento entre o Governo e o Hospital do Amor, que trata dos pacientes com câncer. Ele relatou que o deputado Pimentel (MDB), esteve em reunião com a direção do Hospital de Amor, representando a Casa de Leis, para discutir a questão.

“O Hospital do Amor faz um trabalho de excelência, com estrutura fantástica e que não pode ser prejudicado o seu funcionamento. Estou preocupado com a situação: é obvio que todos são obrigados a prestar contas, diante da lei, aos órgãos de controle. Mas, é importante encontrar um caminho, pois uma entidade tão nobre, tão grande, em todos os aspectos, fazendo um trabalho tão lindo como é o Hospital do Amor, não pode ter sua atividade prejudicada”, disse Redano.

Segundo o deputado, “são milhares de pessoas que se dedicam em doações, em todo o Estado de Rondônia, e isso não pode ser prejudicado, mas é preciso haver transparência e a devida prestação de contas. Temos que ouvir os dois lados e encontrar um mecanismo para que haja uma adequação, e que não haja atrasos nos repasses e que exista a devida prestação de contas por parte da entidade”.

Para o deputado, “o mais importante é lutarmos, todos juntos, independente de questões políticas, para que o Hospital do Amor continue esse trabalho de excelência, oferecendo um tratamento diferenciado ao paciente. Precisamos superar todos os obstáculos e garantir a continuidade esse trabalho lindo”.

Texto: Valor&MercadoRO e ALE-RO

Deixe seu comentário