Rosa Weber vê judiciário ‘contaminado’ e quer punir juízes pró-manifestações, diz portal

100
Ministra Rosa Weber. Foto Nelson Jr/Ascom STF

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) pretende fazer uma profunda limpeza no Ministério Público e em todo o Poder Judiciário, inclusive com juízes e desembargadores. A entidade está trabalhando nos bastidores para evitar que funcionários da área usem da máquina pública para incentivar ou proteger manifestantes contrários a Lula.

A coluna do IG conversou com pessoas ligadas à Rosa Weber, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e que também responde pelo CNJ, e elas confirmaram que a ministra vai adotar nova postura a partir de agora. “Sempre houve apoio aos juízes e ao próprio MP, com raras punições de verdade, mas isso vai mudar”, revela um assessor que trabalha no dia a dia da Suprema Corte.

“A ministra não vai permitir que nenhum juiz use seu cargo para proteger atos golpistas ou mesmo tentar livrar terroristas da culpa”, continua o assessor. Para ele, Rosa Weber está articulando para evitar que o bolsonarismo use o Poder Judiciário para tentar amenizar as punições aos culpados.

Fonte: Terra Brasil

Deixe seu comentário