Resíduos sólidos das comunidade do baixo Madeira passam a ser coletados de forma correta

13
Coleta de Lixo feita pela Eco Rondônia no baixo madeira. Foto: Felipe Ribeiro

Pela primeira vez na história de Porto Velho, os resíduos sólidos das comunidades do baixo Madeira passam a ser coletados e destinados de forma correta, após a Prefeitura ter assinado o contrato de concessão administrativa, por meio de Parceria Público-Privada, com a empresa EcoRondônia. A ordem de serviço para iniciar os trabalhos foi assinada na semana passada e inclui a coleta dos resíduos hospitalares.

Nesta semana, o secretário Municipal de Saneamento e Serviços Básicos (Semusb), Cleberson Pacheco, o assessor executivo do prefeito Hildon Chaves, Fabricio Jurado, o gerente da empresa EcoRondônia, Emiliano Marinho, o presidente da Agência Reguladora, Jonathan Pacheco, e o vereador Waltinho Canuto, acompanharam o procedimento de coleta e transporte dos resíduos nas comunidades do baixo Madeira.

“Uma semana após termos assinado a ordem de serviço para início dos trabalhos pela empresa, estivemos nas comunidades do baixo Madeira, para averiguar como está funcionando o serviço de coleta, transporte e destinação dos resíduos sólidos, avaliar se está precisando de alguns ajustes. No distrito de São Carlos, os garis da Semusb estão fazendo a poda de árvores e outros serviços de limpeza, inclusive”, disse o secretário Pacheco.

Os distritos de São Carlos, Nazaré, Demarcação e Calama, e a comunidade Cavalcante foram visitados pela equipe. As demais comunidades do Madeira também passaram a contar com o serviço de coleta regularmente. O investimento inicial da empresa é de R$ 180 milhões para executar os serviços de implantação, manutenção, limpeza urbana, coleta, reciclagem e descarte final correto dos resíduos que forem recolhidos na capital e nos distritos.

Fonte: Secom

 

Deixe seu comentário