Lula vai criar secretaria para monitorar redes sociais

124
Foto: Valor&Mercado RO

Na gestão de Lula, a Secretaria de Comunicação (Secom) vai ter cinco secretarias: Publicidade e Propaganda, Comunicação Institucional, Imprensa e Comunicação Digital. A última ficará responsável por monitorar as redes sociais.

No governo do presidente Jair Bolsonaro, a Secom está vinculada ao Ministério das Comunicações. A estrutura é dividida em três subsecretarias: Gestão e Normas, Imprensa e Articulação. Além disso, existe a Secretaria de Publicidade e Patrocínio e Comunicação Institucional.

Na gestão petista, a Secom e as Comunicações serão independentes. Até o momento, os nomes que devem gerenciar os órgãos não foram anunciados pelo presidente eleito. Contudo, o ex-ministro Paulo Bernardo está sendo cotado para assumir as Comunicações, enquanto o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) deve se tornar o secretário das Comunicações.

A expectativa é que, ainda nesta semana, Lula anuncie os nomes que vão compor os 16 ministérios restantes — fato inédito nos governos eleitos desde 1994. Pela primeira vez, a composição das pastas não está resolvida e oficializada, faltando menos de uma semana para a posse presidencial. No total, a Esplanada terá 37 ministros.

Fonte: Revista Oeste

Deixe seu comentário