Força do Agro: Porto Velho, Nova Mamoré e Machadinho lideram na contratação de crédito rural

169
Máquinas realizam colheita de grãos. Foto: Agência Brasil

Os municípios de Porto Velho, Nova Mamoré e Machadinho do Oeste são os três principais municípios de Rondônia que contraíram mais crédito rural junto às instituições financeiras em 2022. Durante o período de junho a dezembro do ano passado, os créditos formalizados somaram mais de 4 mil contratos.

Os números fazem parte do observatório do agronegócio, uma ferramenta lançada pelo governo federal que monitora as linhas de financiamentos junto às instituições bancárias. Porto Velho contraiu mais de 2 mil linhas de créditos, Nova Mamoré 1,2 mil e Machadinho 1 mil.

A plataforma apresenta ainda as culturas mais produzidas em Rondônia, com destaque para a produção do café, soja, milho, arroz e feijão.

O observatório oferece informações consolidadas e oficiais sobre os principais programas de crédito rural do Brasil. A versão contempla novidades tanto na plataforma estatística, como na plataforma geoespacial.

Na plataforma estatística, houve a implementação de novos filtros de busca e a possibilidade de acompanhamento do Plano Safra. E na plataforma Geoespacial, a grande mudança foi a disponibilização de mapas que trazem as estatísticas de forma regionalizada das aplicações de crédito por fonte de recursos, programas, produtos e atividades, individualizadas por suas finalidades.

Além disso, nessa nova versão, o usuário poderá pesquisar por modalidade do crédito, atividade, segmento e produtos, possibilitando o acesso a um conjunto maior de informações sobre os dados das operações de crédito rural. O painel também permite que o usuário acompanhe a execução do Plano Safra.

Outra novidade

Painel Temático de Produtos Agrícolas, também disponível no Observatório, agora conta com doze novas culturas agrícolas: algodão, amendoim, aveia, cana de açúcar, canola, centeio, cevada, gergelim, girassol e mamona, sorgo, triticale. Agora, a plataforma estatística totaliza 18 produtos. As culturas de arroz, café, feijão, milho, soja e trigo já podiam ser acessadas anteriormente.

O painel contempla em um mesmo lugar informações de crédito, cultivo, custos, disponibilidades e mercado de importantes culturas agrícolas brasileiras, podendo ser visualizadas por meio da plataforma estatística e da plataforma geoespacial.

A versão possibilita visualizar informações por cada uma das safras anuais traz a visão tabular de todos os produtos juntos e totalizados por UF e região, além de destacar o Valor Bruto da Produção dos últimos dez anos. Ao selecionar a cultura, o site apresenta os custos da produção, oferta e demanda, estoques públicos, suprimento, leilões – compra e venda -, importação e exportação, entre outros dados.

Além da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que fornece grande parte dos dados, as informações integradas têm por fonte o Mapa, o Banco Central do Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Ministério da Economia.

Fonte: Redação Valor&MercadoRO

Deixe seu comentário