Cristina Kirchner é condenada a 6 anos de prisão por corrupção

91
vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner. Foto Reprodução Redes Sociais

Na tarde desta terça-feira (06), a atual vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi condenada a 6 anos de prisão e inabilitação perpétua para o exercício de cargos públicos por corrupção. A sentença foi proferida pelos juízes Jorge Gorini, Rodrigo Giménez Uriburu e Andrés Basso.

Lázaro Báez foi condenado a 6 anos de prisão pelo crime de administração fraudulenta.

O Ministério Público argentino acusa Kirchner de ter liderado uma organização criminosa que contratou 51 obras viárias, com dinheiro público, do empresário de construção Lázaro Báez. O empresário teria pagado aos dirigentes políticos para conseguir esses contratos.

Kirchner é acusada de ter chefiado essa associação criminosa que teria fraudado o Estado argentino em US$ 1 bilhão.

Fonte: Gazeta Brasil

Deixe seu comentário