Conib repudia fala de Lula que banaliza o Holocausto

Os nazistas exterminaram seis milhões de judeus indefesos na Europa somente por serem judeus

32
O vice-presidente, Geraldo Alckmin, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Casa Civil, Rui Costa, participam da primeira reunião ministerial, no Palácio do Planalto. Foto José Cruz/Agência Brasil

A Confederação Israelita do Brasil (Conib), em nota divulgada neste domingo (18.02), repudiou as declarações infundadas do presidente Lula comparando o Holocausto à ação de defesa do Estado de Israel contra o grupo terrorista Hamas.

“Os nazistas exterminaram seis milhões de judeus indefesos na Europa somente por serem judeus. Já Israel está se defendendo de um grupo terrorista que invadiu o país, matou mais de mil pessoas, promoveu estupros em massa, queimou pessoas vivas e defende em sua Carta de Fundação a eliminação do Estado Judeu. Esse cemitério perversa da realidade ofende a memória das vítimas do Holocausto e de seus descendentes”, diz a nota.

O governo brasileiro, segundo a Conib, vem adotando uma postura extrema e desequilibrada em relação ao trágico conflito no Oriente Médio, abandonando a tradição de equilíbrio e busca de diálogo da política externa brasileira. A CONIB pede mais uma vez moderação aos dirigentes, para que a trágica violência naquela região.não seja importada para o nosso país.

Fonte: Conib

Deixe seu comentário