Rondônia fecha dezembro no vermelho no volume de serviços, aponta IBGE

72

Enquanto o setor de serviço cresceu em 22 das 27 unidades da federação em dezembro, em Rondônia o setor fechou no vermelho: – 1-3%. Fecharam também no vermelho os estados do Espírito Santo (-4,4%), seguido por Piauí (-4,0%), Acre (-3,8%), e Amapá (-0,2%).

O Estudo foi divulgado no último dia 10 pelo IBGE, ao destacar que o impacto mais importante veio do Rio de Janeiro (5,0%), seguido por São Paulo (0,8%), Minas Gerais (4,6%) e Distrito Federal (13,4%). Eis a integra do Estudo.

Na passagem de novembro para dezembro, o volume de serviços no Brasil cresceu 3,1%, na série livre de influências sazonais, após perda acumulada de 1% nos meses de outubro e novembro. A alta, que renovou o patamar máximo da série histórica, foi acompanhada por quatro das cinco atividades.

Serviços profissionais, administrativos e complementares foi o segundo setor com maior impacto no resultado, registrando expansão de 7,7%. Neste caso, destaque para ramos como empresas de locação de automóveis, serviços de engenharia, soluções de pagamentos eletrônicos e organização, promoção e gestão de feiras, congressos e convenções.

A alta em serviços prestados às famílias, terceira influência na lista, foi de 24%, puxada por segmentos como restaurantes, hotéis, buffet, catering e condicionamento físico. “Em linhas gerais, setores também ligados a atividades presenciais”, reforça Almeida. Fecha o campo das altas o setor de informação e comunicação, com crescimento de 3,3%.

Fonte: Redação Valor

Deixe seu comentário