Moraes: ‘Estão querendo que a prisão seja uma colônia de férias’

27
Presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, durante a cerimônia de diplomaçãodo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, e do vice, Geraldo Alckmin, na sede do TSE. Foto Fábio Rodrigues

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, chamou os manifestantes presos em Brasília de “terroristas” e rebateu críticas de que as 1,2 mil pessoas no ginásio da Polícia Federal estão em condições humanas precárias, segundo relatos de advogados. “Até domingo, faziam baderna e cometiam crimes. Agora reclamam porque estão presos, querendo que a prisão seja uma colônia de férias”, disse.

A fala ocorreu durante a cerimônia de posse do novo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos, em Brasília. Os dois atuaram juntos no governo de Michel Temer (MDB). Quando Moraes era ministro da Justiça, Passos atuava na Secretaria de Grandes Eventos.

O ministro reiterou que “todos os responsáveis” pela invasão nos prédios da Esplanada dos Ministérios serão punidos,  “aqueles que praticaram os atos, aqueles que planejaram os atos, aqueles que financiaram os atos e aqueles que incentivaram, por ação ou omissão”, disse Moraes.

Fonte: Revista Oeste

Deixe seu comentário