Mais de 2 mil cabeças de gado são retiradas de Parque Estadual em Guajará-Mirim

4

Mais de 2 mil cabeças de gado estavam sendo criadas dentro do Parque Estadual Guajará-Mirim e sua zona de amortecimento, conhecida como “Bico do Parque”. Os animais e cerca de 100 barracos construídos ilegalmente foram retirados do local durante a Operação Mapinguari, conduzida pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO).

Além disso, 23 famílias que viviam no local saíram voluntariamente e retiraram a maior parte das cabeças de gado da unidade de conservação antes da chegada das equipes de segurança.

De acordo com os investigadores, a maioria dos barracos não funcionavam como moradia. Uma organização criminosa é suspeita de grilagem e venda de lotes da área que é pública e de proteção ambiental.

Fonte: G1 Rondônia

Deixe seu comentário