ALE-RO sedia primeira reunião do Parlamento Amazônico para posse de Laerte Gomes

13
Eleição da nova diretoria do Parlamento Amazônico aconteceu ano passado em Fortaleza. Foto Joel Arthur/ALE-AM

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) será sede da primeira reunião do ano para o ato de posse da nova diretoria do Parlamento Amazônico. O encontro será realizado no dia 29 de fevereiro (quinta-feira), às 9 horas, no plenário da Casa de Leis. A nova diretoria terá a frente os deputados estaduais Laerte Gomes (PSD) na presidência e Sinésio Campos (PT-AM) na vice-presidência.

A nova diretoria foi eleita no mês de novembro do ano passado durante a realização da 26ª Conferência Nacional da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), em Fortaleza (CE).

De acordo com o deputado estadual Laerte Gomes, a nova diretoria dará continuidade ao trabalho desenvolvido pela atual gestão que encerra no próximo mês de fevereiro. “Temas importantes como regularização fundiária, meio ambiente, malhas aéreas, hidrovias e mineração têm que ser permanentemente debatidos nesses espaços, pois são questões que dizem respeito à qualidade de vida dos povos da Amazônia. O Parlamento Amazônico deve ser um dos principais meios para que alcancemos determinados objetivos”, declarou.

O presidente da Alero, deputado estadual Marcelo Cruz (Patriota), desejou sucesso ao deputado Laerte Gomes na condução do Parlamento Amazônico. “Rondônia terá a oportunidade de atuar como protagonista, ocupando o cargo mais alto no Parlamento Amazônico, com o objetivo de defender os interesses da nossa região assim como do nosso estado de Rondônia. A Assembleia Legislativa será parceria nessa empreitada junto ao deputado Laerte”, destacou.

O Parlamento Amazônico congrega 270 deputados estaduais oriundos dos nove estados que compõem a região da Amazônia Legal, sendo eles: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. O propósito do fórum é a convergência de esforços entre os estados, com vistas a deliberar sobre as demandas e buscar soluções para os desafios enfrentados por cada unidade federativa.

O Parlamento Amazônico é uma entidade não governamental, sem fins lucrativos, com mais de 20 anos de existência, que tem o compromisso de reunir os deputados estaduais, a cada mês, em uma unidade federativa que integram a associação.

Fonte: Secom/ALE-RO

Deixe seu comentário