Terceira onda aproxima e a vacinação ainda está distante

Uma terceira onda deverá novamente lotar os leitos de UTIs (Unidade de Tratamentos Intensivos) e levar a óbitos cifras de milhares de brasileiros

5

SOLANO FERREIRA

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou alerta para a possibilidade de aumento de mortes por Covid-19 no Brasil a partir da semana que vem. A média está em 1,9 mil óbitos por dia e pode, de acordo com a análise da Fiocruz, atingir patamar de 2,2 mil. Os dados apavoram não apenas pela elevação de mortes, mas porque as novas cepas, incluindo a indiana, devem aparecer em expansão pelo Brasil.

Essa terceira onda mostrará que o Brasil continua sem foco no combate à pandemia. O suposto tratamento precoce, amplamente defendido por governistas, não tem eficácia comprovada e os mais de 462 mil mortos são provas disso. As previsões até o momento são de que o Brasil fechará este ano de 2021 com mais de 600 mil mortes. A conscientização fica cada vez mais remota diante de tantas informações falsas que induzem as pessoas ao erro fatal. 

Uma terceira onda deverá novamente lotar os leitos de UTIs (Unidade de Tratamentos Intensivos) e levar a óbitos cifras de milhares de brasileiros. Conforme avança o embate cloroquina versus vacina, mais o povo se desentende e se expõe a vulnerabilidade do vício. Em todos os países que conseguiram controlar a pandemia, a solução foi a vacinação em massa. Por onde os governos investiram em vacinas, a população já está imunizada e as rotinas normalizadas.

O Brasil tem potencial para produzir milhares de milhões de doses de vacinas, bastando uma decisão de governo. Os investimentos em pesquisas, compras de insumos, produção, distribuição e aplicação são mais em conta do que os prejuízos já tomados até aqui com o impacto econômico pelas limitações e o impacto social pelas vidas perdidas. O quanto mais rápido o Pais partir para vacinação, mais rápido será o fim desse traumatizante momento que tem deixado os brasileiros com os nervos à flor da pele. 

O AUTOR É JORNALISTA

Deixe seu comentário
Publicidade