Rondônia recebe os primeiros lotes de vacina da Janssen; novas remessas somam 35.330 doses

O número de 10.900 doses reflete 10.900 pessoas imunizadas não só em Porto Velho, mas como em outras cidades do Estado.

11
Secretário Fernando Máximo durante coletiva em Porto Velho. Foto Daiane Mendonça

Nesta quinta feira (24), o Governo de Rondônia, por meio da Agencia Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu duas novas remessas contendo 35.330 doses de vacinas contra a covid-19, sendo:  24.400 mil doses da vacina Coronavac e 10.900 doses da vacina Janssen, destinadas a imunização da população prevista no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO).

A partir dessa etapa o Ministério da Saúde (MS) incorpora nas pautas de distribuição a vacina Janssen (Johnson & Johnson) com autorização temporária para uso emergencial concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O secretário de Estado de Saúde, Fernando Máximo, em coletiva a imprensa, na Central Estadual de Rede de Frio, em Porto Velho, ressaltou que a vacina Janssen é a única até o momento no Brasil com esquema vacinal de uma dose. Portanto, para ele o número de 10.900 doses reflete 10.900 pessoas imunizadas não só em Porto Velho, mas como em outras cidades do Estado.

“Essa vacina tinha um prazo de validade até dia 27 de junho e os técnicos da Anvisa reavaliaram e permitiram a dilação desse prazo até o dia 8 de agosto, desde que a vacina fique na temperatura adequada de 2 a 8 grau Celsius positivo. A vacina tem registro emergencial na Anvisa e essas doses serão distribuídas para todos os municipios”.

Este é o primeiro lote das vacinas Janssen, que são parte de um contrato para 38 milhões de doses entre o governo federal e o laboratório farmacêutico. De acordo com a 27ª pauta de distribuição do plano nacional de operacionalização da vacinação contra a covid-19 a vacina Janssen será destinada ao grupo prioritário de pessoas com comorbidade e pessoas com deficiência permanente, e a aplicação é em dose única.

As 24.400 doses de Coronavac [Butantan] vai atender com duas doses, respeitando intervalo estabelecido no protocolo sanitário, o público prioritário de trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores de educação do ensino superior; trabalhadores de educação do ensino básico; e forças de segurança e salvamento e forças armadas.

 

Deixe seu comentário
Publicidade