Resex do Lago do Cuniã é adotada pelo Grupo Carrefour por 3,8 milhões

52
Por-do-sol no Lago do Cuniã, região de Porto Velho. Foto: Rosinaldo Machado

A Resex do Lago do Cuniã, em Rondônia, foi adotada pelo Grupo Carrefour por R$ 3,8 milhões, informou o site de notícias G1. Segundo o informativo, empresas privadas estrangeiras e nacionais já adotaram oito unidades de conservação na Amazônia.

As adesões ocorreram no âmbito do programa Adote um Parque, lançado pelo governo federal em fevereiro, com o objetivo de atrair recursos para a proteção ambiental dessas áreas.

Nesta segunda-feira (10), o ministro de Meio Ambiente, Ricardo Sales, em sua página no Twitter, comemorou a decisão e disse que novas unidades de conservação serão adotadas nos próximo dias. “Essa semana tem mais”, prometeu o ministro.

Outros 124 parques previstos na iniciativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA) encontram-se disponíveis para adoção nos nove estados amazônicos.

O dinheiro investido pelas empresas é destinado a serviços como prevenção e combate a incêndios florestais e desmatamento ilegal, monitoramento, proteção, além de trabalho de recuperação das áreas degradadas.

As unidades já adotadas, as empresas e os valores investidos são:

  1. ARIE de Javari-Buriti (AM), adotada pela Coca-Cola Brasil por R$ 658 mil;
  2. Resex da Marinha Cuinarana (PA), adotada pela MRV Engenharia por R$ 550 mil;
  3. Resex do Quilombo Flexal (MA), adotada pelo Grupo Heineken por R$ 466 mil;
  4. ARIE de Seringal Nova Esperança (AC), adotada pela Cooperativa Agroindustrial (Coplana) por R$ 128 mil;
  5. Resex do Chocoaré-Mato Grosso (PA), adotada pela Geoflorestas por R$ 139 mil;
  6. Resex do São João da Ponta (PA), adotada pela Coopecredi Guariba por R$ 170 mil;
  7. ARIE de Dinâmica Biológica Fragmento Florestal (AM), adotada pela Genial Investimentos por R$ 159 mil; e
  8. Resex do Lago do Cuniã (RO), adotada pelo Grupo Carrefour por R$ 3,8 milhões.

Fonte: Redação e G1

Deixe seu comentário
Publicidade