Prestação de contas do MDB é reprovada e partido condenado a devolver R$ 206 mil

19

O Tribunal Regional Eleitoral (TER-RO) publicou acordão (resultado do julgamento) que reprovou a prestação de contas do MDB e determinou a devolução de mais de R$ 206 mil aos cofres do Tesouro Nacional. A prestação de contas é relativa ao exercício financeiro de 2022.

Leia ainda: TRE-RO reprova prestação de contas do MDB; partido recebeu R$ 888 mil do Fundo Partidário em 2019

O relator da prestação de contas do MDB foi o Juiz Enio Salvador Vaz, cujo pareceu identificou várias irregularidades no processo: contratação de empresa de publicidade; prestação dos serviços à BRADESCO SAÚDE; serviços contábeis e contratos de locação.

O MDB é presidido no Estado pelo deputado federal Lúcio Mosquini e movimentou em 2022 mais de R$ 817. O valor é resultado de transferência da Executiva Nacional por meio do Fundo Partidário e Fundo

Serviço:

Processo nº 0600268-81.2023.6.22.0000

Deixe seu comentário