PP e PROS desistem de representação eleitoral contra Hildon e Maurício Carvalho

23
Vice-prefeito Maurício Carvalho e o prefeito Hildon Chaves, ambos do PSDB, em campanha de 2020

O PP e o PROS desistiram de seguir com uma representação eleitoral contra o prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves e Maurício Carvalho, ambos do União Brasil. A representação foi movida nas eleições de 2022 pela coligação “Juntos por Amor a Porto Velho”, formadas na época pela coligação PP e PROS.

Leia ainda: PP deve desistir de pré-candidatura à prefeitura de Porto Velho

A representação arquivada contra Hildon e Maurício, era por suposta prática por conduta vedada tipificada no art. 73, incisos II da Lei n. 9.504:  usar materiais ou serviços, custeados pelos Governos ou Casas Legislativas, que excedam as prerrogativas consignadas nos regimentos e normas dos órgãos que integram.

Eles acusaram a dupla ainda de ceder servidor público para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente.

Segundo apurou o site, o Ministério Público manifestou o seu não interesse em assumir o polo ativo da ação, porque com a desistência da ação e a não produção de provas entende que a ação não terá sucesso. Considerou também o tempo já transcorrido e o tempo de mandato para a não assunção da ação.

Deixe seu comentário