Pazuello diz que 2ª onda de Manaus pode vir a ocorrer no Norte e Nordeste

6
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello fala durante entrevista coletiva sobre o programa de vacinação contra a COVID-19 do governo federal, no Palácio do Planalto. Sérgio Lima/Poder360 07.01.2020

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta 2ª feira (18.jan.2021) que o agravamento da pandemia de covid-19 e o aumento de mortes em Manaus coincide com o momento de chuvas intensas no Amazonas e a alta umidade do ar –de 94% nesta 2ª feira (18.jan)–, pois, segundo ele, que prejudica a atividade pulmonar.

Para o ministro, o mesmo pode ocorrer em outras regiões a partir da chegada do inverno, começando pelo Norte, Nordeste e, depois, o Centro-Sul.

“A 2ª onda é o que está acontecendo na Europa, Italia, Alemanha, Reino Unido, exatamente o que estou falando: inverno europeu que coincide com momento das novas chuvas intensas da Amazônia e em parte do Nordeste. Sabe a umidade do ar em Manaus hoje? Procurem no Google. Umidade do ar é quase água, 99 ponto não sei quanto. O tempo todo. Imaginem então o grau de dificuldade da atividade pulmonar”, afirmou.

Sem explicar de onde tirou a informação, Pazuello continuou. “Por essa questão temos agravamentos das SRAG em Manaus. Coincide com mesmo tempo que estão acontecendo as coisas na Europa e EUA. Isso sim pode se replicar para outros Estados, agora, do Norte, Nordeste e pode se replicar, quando chegarmos perto do inverno, região Centro-Sul.”

Fonte: Poder360

Deixe seu comentário
Publicidade