Governo lança programa de microcrédito para estimular o empreendedorismo em Rondônia

3
Serão aportados pelo Governo de Rondônia o valor de R$ 10 milhões em financiamento, com linhas de crédito de baixo custo, ou seja, a taxa de juros anual é a Selic, mais 1,25%

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), realizou o lançamento do Programa de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios do Estado de Rondônia (Proampe), com o objetivo de estimular as atividades econômicas, viabilizando melhores condições de vida e competitividade sustentável para os empreendedores de pequenos negócios do Estado. A cerimônia aconteceu no auditório Jerônimo Santana, no Palácio Rio Madeira.

O Proampe é um programa de microcrédito produtivo orientado, instituído pelo Decreto n.º 25.555, de 16 de novembro de 2020 e estruturado para a inclusão econômica e social de empreendedores de pequenos negócios, mediante a concessão de crédito conjugado com capacitação e assistência técnica aos tomadores.

Ao fazer um breve comentário sobre o Proampe, o governador do Estado, coronel Marcos Rocha, antecipou que, nessa primeira etapa do programa, serão aportados pelo Governo de Rondônia o valor de R$ 10 milhões em financiamento, com linhas de crédito de baixo custo, ou seja, a taxa de juros anual é a Selic, mais 1,25%.

“Temos sempre pensado em ajudar os empresários e outros setores da economia. Houve melhoria na arrecadação e crescimento no agronegócio. Em 2020, criamos um projeto através do Banco do Povo para atender esse segmento de micros e pequenas empresas e empreendedores, porém, nem todos conseguiram acesso. Então, o Governo do Estado, por meio da Sedi, apresenta o novo programa que surge como uma forma de fazer chegar esse recurso a quem está precisando e assim estaremos estimulando ainda mais a retomada das atividades econômicas no Estado”, disse o governador, ressaltando o importante compromisso do superintendente da Sedi, Sérgio Gonçalves da Silva, presente no evento.

Sérgio Gonçalves destacou que trata-se de um programa nos moldes do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) do Governo Federal. “O programa de microcrédito do Estado existe há mais de 15 anos, mas precisava passar por um processo de aperfeiçoamento. Desta forma, buscamos uma modelagem que seja sustentável e no longo prazo com baixo custo, inclusive para o Estado e com maior eficiência no volume de crédito efetivo ao mercado.

Fonte: Secom

Deixe seu comentário
Publicidade