Exportações de alimentos em Rondônia mantêm-se estáveis em 2020

9

Mesmo com a pandemia do coronavírus (Covid-19), as exportações em Rondônia mantiveram-se estáveis, se comparado com os resultados de 2019. Atualmente, a carne bovina, a soja, a madeira, o ouro e o estanho são os principais produtos de exportação no Estado. No ano passado, Rondônia ocupou o 16º lugar no ranking dos estados exportadores do Brasil, tendo 0,6% de participação e arrecadando US$ 1.303,9 milhões.

Conforme mostram os dados apurados pela equipe de Agrodados da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), as principais exportações de Rondônia em 2020 foram: carne bovina fresca, refrigerada ou congelada ($624 milhões), soja ($421 milhões), madeira ($48,3 milhões), carnes e miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas ($30,9 milhões), matérias brutas de animais ($28,9 milhões), produtos de indústria de transformação ($28,2 milhões) e estanho ($13,4 milhões).

Já em 2019 foram: bovinos desossados, congelados (US$461 milhões), soja, diferente de sementes (US$386 milhões), bovinos desossados, frescos ou resfriados (US$131 milhões), estanho não ligado em formas brutas (US$45,6 milhões) e ouro, formas semimanufaturadas, não monetárias (US$36,6 milhões), com destinos principais de exportação para Hong Kong (US$180 milhões), Egito (US$129 milhões), Chile (US$124 milhões), Holanda (US$107 milhões) e China (US$104 milhões).

Fonte: Secom

Deixe seu comentário
Publicidade