Energisa prevê investimentos de R$ 60 milhões com iluminação pública

17

De janeiro a junho, o Grupo Energisa realizou 59 projetos para o uso eficiente e racional de energia elétrica em 172 cidades dos 11 estados em que atua. Os projetos acontecem por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE) e preveem investimentos, até o fim de 2020, da ordem de R$ 60 milhões para promover a economia nos gastos com a iluminação pública. Eles foram selecionados por meio de chamada pública realizada em novembro de 2019 e pelo Projeto Nossa Energia, que atende aos clientes classificado como baixa renda, custeados integralmente pela Energisa e regulamentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O objetivo é buscar cidades e equipamentos públicos mais bem iluminados, com redução do consumo de energia.

Nas cidades, foram instaladas 10.080 luminárias de iluminação pública  LED, que consomem menos energia, fornecem melhor luminosidade e promovem maior sensação de segurança à comunidade. Também foram instalados 104 aparelhos de ar condicionado e 10 kits de aquecimento de água. Já pelo Projeto Nossa Energia, foram substituídas mais de 130 mil lâmpadas incandescentes e fluorescentes por lâmpadas de LED, além da substituição de 1.214 geladeiras antigas por novas.

A gerente de Sustentabilidade do Grupo Energisa, Isabel Perez de Vasconcellos, explica que quando as chamadas públicas são publicadas, as concessionárias divulgam e apoiam as prefeituras, secretarias, entidades e indústrias no desenvolvimento de projetos que realmente sejam eficientes e com efetivo impacto socioeconômico e ambiental. “Esse é um programa que utiliza recursos públicos. Essa parceria é importante para que a sociedade tenha o melhor custo-benefício”, afirma Isabel.

Segundo ela, em breve, a Energisa anunciará a chamada pública para os projetos e dos programas de eficiência energética nos estados. Eles serão realizados em 2021.

Ruas mais iluminadas em Rondônia

Em Rondônia, as obras de iluminação pública beneficiaram 16 municípios com o investimento de mais de R$ 17 milhões desde dezembro do ano passado.  No total, foram substituídas 14 mil lâmpadas LED que vão economizar quase 10 mil KWh/ano, o que equivale ao consumo de 3.660 casas populares por ano.  “A instalação de luminárias de LED proporciona economia para os municípios, que podem utilizar os recursos economizados em outras áreas como saúde, educação e segurança pública”, conta o coordenador do programa, Talis Sousa.

Para o ano de 2020, Sousa explica que a concessionária selecionou os projetos inscritos que tinham maior redução de energia e impacto mais positivo para a população. “Por isso, é importante que prefeituras, instituições públicas e privadas que tenham projetos para essa área embasem tecnicamente suas propostas”, destacou o coordenador.

Nesse ciclo, o programa investiu também em projetos que promovam o uso eficiente e racional de energia elétrica e a melhoria da eficiência energética de equipamentos de interesse público, como é o caso do Hospital Santa Marcelina, em Porto Velho, e do Senai de Ji-Paraná. No hospital, foram instaladas 423 lâmpadas LED, que estão colaborando para a redução na fatura de energia. A expectativa é que o Hospital economize 226 MWh por ano, o que representa aproximadamente R$ 96 mil por ano.

Fonte: Energisa

Deixe seu comentário