Energisa arremata leilão de transmissão e ganha a concessão no Amazonas

44

A empresa Energisa venceu nesta quinta-feira (17) o último lote do leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A empresa apresentou lance de R$ 63.000.000,00 para ficar com a concessão de ativos existentes em serviço designado à Amazonas GT ainda em 2016, por esta companhia não ter interesse na renovação do contrato.

A empresa já atua nos estados de Rondônia e Acre. Em Rondônia, a Energia foi alvo de uma CPI na Assembleia Legislativa, cujo relatório apresentado na última quarta-feira (15) pela comissão recomendando ações judicias contra os diretores da Energia e fim da concessão no Estado.

DESAGIO

No leilão realizado nesta quinta-feira, o deságio foi de 47,37% ante a RAP de R$ 119.712.580,00, depois de intensa disputa no viva voz com 17 lances.  O investimento necessário para a concessão no Amazonas é da ordem de R$ 882,2 milhões que serão aplicados entre outros em novas linhas e subestações. Formam o lote:

– Revitalização das subestações em 230 kV Manaus, Cristiano Rocha e Lechuga (setor designado à
AmGT);
– Substituição da SE Balbina 230kV em arranjo disjuntor e meio por outra SE nova 230kV em arranjo
barra dupla 4 chaves;
– Substituição do pátio de 69kV em arranjo anel da SE Manaus por outro pátio novo de 69kV em
arranjo BD4 e,
– Empreendimentos novos:
– LT 230 kV Lechuga – Tarumã, CD, C1 e C2, com 12,2 km (trechos aéreos e subterrâneos);
– SE 230/138 kV Tarumã – (6+1Res) x 100 MVA;
– SE 230/69 kV Presidente Figueiredo – 2 x 50 MVA;
– Trechos de LT em 230 kV entre a SE Presidente Figueiredo e os pontos de seccionamento da LT
Balbina – Cristiano Rocha, C1, com 2 x 4,5 km.

Fonte: Redação e Canal Energia

Deixe seu comentário
Publicidade