Endividamento atinge mais de 12 milhões de famílias em novembro, diz CNC

9
O comércio de Porto Velho registrou maior movimento neste ano

Pela primeira vez desde fevereiro deste ano, a inadimplência dos brasileiros apresentou aumento. Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o endividamento recorde, que alcançou cerca de 12 milhões 327 mil famílias, e os desafios econômicos impostos aos orçamentos domésticos colaboraram para que o indicador alcançasse o maior nível desde setembro do ano passado, 26,1%.

As concessões de crédito com recursos livres para pessoas físicas aumentaram 5,3% em setembro, segundo os dados mais recentes disponibilizados pelo Banco Central (Bacen), e cresceram 8,1% em termos reais, relativamente a setembro de 2020. No saldo das operações, o aumento real foi de 1% nas operações com recursos livres.

Com o endividamento recorde, o qual alcançou cerca de 12 milhões e 327 mil famílias em novembro, e os desafios econômicos impostos aos orçamentos domésticos, a inadimplência aumentou na passagem mensal, o que não ocorria desde fevereiro deste ano.

VEJA A PESQUISA:

Pesquisa CNC

Fonte: Redação e Valor

Deixe seu comentário
Publicidade