Embrapa e indústria láctea fortalecem ações para a melhoria da qualidade do leite

19

A Embrapa Rondônia firmou parceria com o Laticínio Toya, localizado no município de Urupá, para atuarem juntos em ações de pesquisas e transferência de tecnologia para a melhoria da qualidade do leite em Rondônia. O acordo de cooperação técnica tem a duração de três anos e se inicia em setembro de 2020.

Serão avaliadas a distribuição espacial e os fatores de risco que estão associados aos indicadores de qualidade do leite armazenados em tanques de resfriamento vinculados à indústria. Também serão realizados eventos e ações de sensibilização para produtores e técnicos, divulgando as informações necessárias para a melhoria da qualidade do leite, da prevenção, controle da mastite bovina (principal doença de rebanhos leiteiros) e manejo das pastagens.

Segundo a pesquisadora Juliana Dias, da Embrapa Rondônia, os resultados obtidos nessa parceria poderão contribuir para as decisões estratégicas a serem tomadas dentro do escopo de atuação da indústria. Para o produtor, as ações poderão auxiliar na definição de procedimentos e práticas para obtenção do leite de qualidade, adequação à legislação e sua permanência nos sistemas produtivos. “A produção de matéria-prima com qualidade resulta em produtos lácteos mais nutritivos e seguros ao consumidor e permite o desenvolvimento de produtos com maior valor agregado, fortalecendo a cadeia produtiva do leite regional e a busca de novos mercados e oportunidades”, afirma ela.

A zootecnista e coordenadora do controle de qualidade no campo do Laticínio Toya, Francyelle Ruana Faria, afirma que Rondônia possui um potencial gigantesco no setor lácteo, com condições de atender demandas internacionais, mas, ela destaca que, para isso, muita coisa precisa mudar. Em torno de 52% dos produtores do estado estão com o leite com contagem bacteriana – CPP acima do que é exigido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Segundo ela essa parceria irá atender demandas necessárias para a melhoria da qualidade do leite. “Queremos ser parceiros dos nossos produtores, não podemos simplesmente exigir, devemos levar informação e dar condições, e essa parceria com a Embrapa será a nossa bússola”, disse ela.

Fonte: Embrapa

Deixe seu comentário