Confúcio Moura cobra do presidente do Congresso o retorno imediato das atividades

7
Confúcio Moura lamentou a situação dramática que está passando a população de Manaus

Diante da explosão dos casos do coronavírus no Brasil e, principalmente, por causa do colapso no sistema de saúde no Estado do Amazonas, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) cobrou, neste fim de semana, do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), o retorno imediato das atividades em entrevistas concedidas a emissoras de rádio do País e também em as suas redes sociais.

Confúcio Moura enfatizou a importância da suspensão do recesso parlamentar já para esta segunda-feira (18), e destacou que é necessário o Congresso buscar outras atuações conjuntas entre o Supremo Tribunal Federal (STF) e o próprio Poder Executivo, procedimentos legislativos necessários para o enfrentamento desta segunda onda da Covid-19.  “Não dá para ficar de férias, enquanto o país desanda, numa crise sanitária gravíssima”, lamentou.

O senador disse que o Congresso precisar estar pronto neste momento, à disposição do Poder Executivo para tomar as decisões e até mesmo para votar qualquer tipo de crédito extraordinário para o enfrentamento da crise.   Disse também que há uma possibilidade da PEC de Guerra, que esteve em vigência até 31 de dezembro, possa ser aditada ou votada novamente por um período determinado.

Confúcio Moura lamentou a situação dramática que está passando a população de Manaus, e enfatizou que o retorno das atividades do Congresso Nacional estaria gerando respostas positivas para a sociedade, e fez referência às forças de segurança. “As tropas da Polícia Militar ou do Exército quando há qualquer ameaça à segurança pública e a paz colocam as tropas em prontidão. Nós somos uma tropa, devemos estar de prontidão”, concluiu.

Fonte: Assessoria

Deixe seu comentário
Publicidade