Com dívidas de quase R$ 2 bi, Caerd recebe socorro de R$ 20 mi para melhorar serviços

19

A Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia (Caerd)  vai receber um socorro financeiro no valor de R$ 20 milhões para melhoria da qualidade operacional da empresa. A ajuda de recursos virá por meio do governo do Estado, que sancionou Lei autorizando o valor para melhoria da prestação dos serviços.

Caerd tem uma dívida milionária se aproximando de R$ 2 bilhões. O valor do débito foi confirmado pelo governador Marcos Rocha (União Brasil) em entrevista realizada na última quinta-feira (7/7) ao programa “Papo de Redação”, na Rádio Parecis FM, de Porto Velho.

Segundo o governador, técnicos do governo e da Caerd buscam saída junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES).

No ano passado, a Caerd teve o fornecimento de energia suspenso pela Energisa e a dívida foi parar na Justiça. Ao analisar o processo, o juiz Ilisir Bueno, teve uma surpresa: a empresa tem  “débitos astronômicos de milhões de reais” e na decisão, sugeriu que a empresa abrisse mão da privatização dos serviços.

“É notório, em razão da multiplicidade de processos, que a requerente [Caerd] sempre negligenciou o pagamento do fornecedor de energia elétrica, sendo que isso gerou débitos astronômicos, de centenas de milhões de reais”, disse o magistrado da 3ª Vara Cível de Porto Velho.

O presidente da Caerd, José Irineu, disse em recente reunião na Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, que a empresa um déficit mensal de mais de R$ 2 milhões. A companha arrecada R$ 9 milhões e tem um custo mensal de R$ 12 milhões.

LEIA AINDA:

Caerd pede socorro financeiro de R$ 12 milhões para manter companhia 

Estudo da Funasa aponta péssima qualidade da água fornecida pela Caerd 

Em período de crise, diretores da Caerd recebem mais de R$ 70 mil em salários 

Fonte: Valor&MercadoRO

Deixe seu comentário
Publicidade