Ciro tem mais capacidade para herdar o país do desastre de econômico de Bolsonaro

11

Coluna FALANDO SÉRIO

Por Herbert Lins

Em 1994 rompi com o PDT e votei no Fernando Henrique Cardoso para presidente da República, desde então não votei mais no partido tucano para presidente da República. Devo lembrar que os tucanos salvaram o ex-presidente Lula PT) do impeachment no ano de 2006 no escândalo do mensalão, porém, não teve o mesmo comportamento com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) que sofreu um impeachment por meio de um Golpe Parlamentar em que o PSDB conspirou a favor. Em 1998 votei e fiz campanha para Ciro Gomes, 2002 e 2006 votei em Lula. Em 2010 votei em Plinio de Arruda Sampaio (PSOL) e Dilma Rousseff (PT). Já em 2014, declarei voto em Marina Silva (PSB) e depois repeti o voto em Dilma Rousseff no segundo turno. Em 2018, segui com Ciro Gomes (PDT) e no segundo Fernando Haddad (PT), já nas próximas eleições, vejo o Ciro com mais capacidade para herdar o país do desastre econômico do Governo Jair Bolsonaro e Paulo Guedes.

O PSDB naufraga

Ontem (21/11), durante as prévias tucanas, inclusive, cancelada porque deu problemas no aplicativo de votação, revelou um PSDB pelo Brasil afora do tamanho do Rede, PSC, PV, PcdoB, PMN, Pros, PRTB e Patriota.

Aliança

Recentemente, o ex-presidente Lula acenou para o ex-governador Geraldo Alckmin (ex-PSDB) para compor a chapa presidencial nas próximas eleições. Mas devo lembrar a possível aliança ente petistas e o ex-tucano, significa uma aliança com os escândalos da merenda escolar, das empreiteiras e os outros.

Naufraga

Agora, finalmente, depois de suas prévias, o PSDB naufraga por conta da sua crise de identidade e posição ideológica demonstrando pela representante do Acre, que votou em Eduardo Leite enquanto anunciava sua adesão ao PL, para apoiar Jair Bolsonaro a presidente. Em face disso, o PSDB de Mário Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra, André Franco Montoro e Tasso Jereissati.

O autor é Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR, Assessor Técnico Parlamentar, Consultor Político, Pesquisador, Blogueiro e Professor.

Deixe seu comentário
Publicidade