BR-364 registra 620 acidentes com 57 óbitos, aponta estudo da CNI

13
Em Rondônia, foram investidos R$ 64 milhões até o momento em obras de melhorias de infraestrutura

Da reportagem local – Estudo divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) revelam que 620 acidentes foram registrados na BR-364 em Rondônia. O estudo, segundo levantamento do site valoremercadoRO, mostra ainda que esses acidentes ocasionaram 57 óbitos. Os dados são relativos ao ano passado e foram disponibilizados pela CNI.

De acordo com o estudo, a quantidade de acidentes envolvendo veículos com cargas na região de Rondônia chegou a 332.

Os números fazem parte do banco de dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) com o intuito de identificar quais são os trechos e rodovias utilizadas para o transporte de cargas que mais carecem de recursos e iniciativas de melhoria. Também foram utilizadas informações da ONG Contas Abertas referentes ao orçamento da União de 2020 para ações que envolvam obras em rodovias federais.

Orçamento –  O orçamento da União de 2020 apresenta ações envolvendo obras em mais de 70 rodovias federais. As ações podem ser em BRs específicas ou apresentar um orçamento geral para a manutenção da malha em determinados estados, regiões ou em um conjunto de BRs. Nesses casos, não é possível determinar para qual rodovia em particular o recurso será destinado.

Em Rondônia, foram investidos R$ 64 milhões até o momento em obras de melhorias de infraestrutura da BR-364. Atualmente, empresas atuam na recuperação de trechos na região de Jaru e Ouro Preto do Oeste, na região central do Estado. Existem obras em andamento também na BR-429, na região do Vale do Guaporé, segundo informou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)

16.802 acidentes

Foram registradas 1.822 vítimas fatais nos acidentes envolvendo veículos de carga, o que representa 34% de todas as ocorrências de óbitos em acidentes em 2019. Em 2019, o Brasil registrou 16.802 acidentes envolvendo veículos de carga em rodovias federais. O valor representa 25% de todos os acidentes que ocorreram no último ano.

Deixe seu comentário
Publicidade