BR-319 ganha importância após crise na saúde enfrentada pelo governo do Amazonas

6

A BR-319, que liga Porto Velho (RO) a Manaus (AM), passou a ganhar importância após a crise enfrentado pelo governo do Amazonas em função da falta de oxigênio na rede pública de saúde. A rodovia federal é a única via de acesso à capital amazonense. Neste domingo (24), o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas,  destacou, nas redes sociais, o importância da rota. 

“Deu certo. Rota emergencial a Manaus que criamos pela BR-319 (rodovia n pavimentada) acaba de ser concluída pelas primeiras 6 carretas de oxigênio. Comboio escoltado por máquinas do conseguiu superar o atoleiro”, disse o ministro. 

A capital amazonense está com a unidades de saúde superlotadas e na semana passada começou a faltar oxigênio em decorrência de centenas de pacientes internados com Covid-19. Pacientes começaram a ser transportados para outros estados e teve início uma grande mobilização de artistas nas redes sociais para fretar aviões para transporte de oxigênio para a população.

A rodovia, ao longo dos último 10 anos, enfrentou dificuldade dos órgãos ambientais para autorização da licença do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) para pavimentação de trecho crítico no meio da floresta.

O comboio com oxigênio saiu de Porto Velho com destino a Manaus e a viagem levou dois dias. Se fosse por balsas, pelo rio Madeira, a carga iria chegar a capital amazonas após 4 dias.

No último dia 12 o DNIT publicou edital para contratação de estudos ambientais que visam o licenciamento no ‘Trecho do Meio’ da BR-319/AM, localizado entre o Km 250 e o Km 655,7. O prazo de execução contratual será de 600 dias corridos.

Fonte: valoremercadoro.com.br

Deixe seu comentário
Publicidade