Acir Gurgacz defende prorrogação do auxílio emergencial

9

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) defendeu nesta terça-feira, 09, no plenário do Senado, a prorrogação do auxílio emergencial de 600 reais e a sua transformação num programa permanente de renda mínima.
O senador voltou a reforçar a necessidade de um plano de recuperação da economia do país, com investimentos diretos no setor produtivo, nas pessoas e nas empresas, possibilitando a manutenção dos empregos e a criação de novas oportunidades, com geração de renda para todos.
“Precisamos prorrogar o auxílio emergencial para dar segurança alimentar e dignidade a todos os brasileiros, reduzir as diferenças sociais e manter a economia do país girando”, frisou Gurgacz.
Para o senador rondoniense, a segurança alimentar também depende de medidas que fortaleçam a agricultura familiar, os pequenos agricultores e o agronegócio, com a aquisição e distribuição de alimentos, mais crédito e renegociação das dívidas.
Gurgacz também cobrou do governo o reforço na rede de assistência social e também no apoio às empresas. “Os investimentos do governo nas pessoas e no setor produtivo, além de beneficiar milhões de pessoas e empresas diretamente, sempre retornam para a economia e para a União na forma de tributos ou no aumento do PIB”, frisou Gurgacz.
O parlamentar salientou que as riquezas e as reservas do país, são dos brasileiros, para serem usadas em tempos de crise. “É hora de usar o que é do povo brasileiro para socorrê-lo” concluiu Gurgacz. (Assessoria)

Deixe seu comentário
Publicidade