A força que vem do campo

9

SOLANO FERREIRA

Mais uma vez a boa notícia para o estado de Rondônia vem do campo, como aliás tem ocorrido nos últimos anos. Informações divulgadas pelo Agrodados referentes a  2020, mostram que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) do estado ficou acima dos R$ 15 bilhões, apresentando um crescimento médio de 7% ao ano.

Esses números favoráveis a economia rondoniense, são bem mais otimistas do que o previsto pelo próprio governo. A projeção do Executivo, que consta em seu Plano Estratégico, era de se chegar aos R$ 14 Bilhões só em 2023, mas a expectativa foi extrapolada com a antecedência de dois anos.

Debulhando melhor os números, percebe-se que a agricultura é responsável por 32,23% do valor da VBP, que em temos nominais fica próximo dos R$ 5 bilhões. Desse volume, 46,93% (R$ 2,3 bilhões) vem da contribuição da soja. Milho e café aparecem logo em seguida com R$ 1,02 bilhões e  R$ 975,2 milhões, respectivamente. Com a maior fatia no bolo,  a pecuária já representa 67,10% (R$ 10,2 bilhões) do VBP rondonense. Nesse segmento os destaques foram, bovinos (R$ 9 bilhões), leite (R$ 908,9 milhões) e suínos (R$ 1,6 milhões).

Nos dois casos (agricultura e pecuária), a meta era aumentar a produtividade em torno de 20% até 2023, meta que foi superada no ano passado.

Como os números mostram, Rondônia tem um futuro promissor se houver responsabilidade e investimentos seguros nas atividades do setor primário, promovendo assim, o desenvolvimento no campo para fortalecer a economia do estado.

Isso se faz com políticas públicas capazes de levar ao campo as melhorias necessárias para que toda essa produção não se perca e possa chegar sem atropelos à mesa do consumidor. É preciso estradas em condições de trafegabilidade. É preciso logística para eliminar os gargalos que aparecerem pelo caminho e, o primordial de tudo, é preciso vontade política para fazer o campo vigar. Só assim quem planta e colhe poderá também gerar emprego e renda e evitar uma superpopulação na cidade.

O autor é jornalista

Deixe seu comentário
Publicidade